5 razões pelas quais todos os freelancers devem ter um blog

5 razões pelas quais todos os freelancers devem ter um blog

Vamos ser sinceros. Uma das maiores prioridades dos freelancers é conseguir clientes. Sem clientes não há negócio. Sem negócio não há dinheiro ao final do mês. E como trabalhador independente ou empreendedor há muitas formas de conseguir angariar novos clientes. Através do teu website, através das tuas redes sociais, anúncios, contactos, eventos, etc.

Mas uma das formas mais transformadoras de conseguir clientes (e particularmente clientes que paguem bem) é ter um blog.

Hmm…. Ter um blog?

Sim. A chave para construir uma carreira como trabalhador independente (sem ter que lutar para conseguir clientes como os outros freelancers) é ter um blog.

Neste artigo explico-te porquê.

 

1. Ter um blog num determinado nicho torna-te um Especialista

Ter uma plataforma onde partilhas o teu conhecimento, a tua forma de ver a indústria e as tuas opiniões torna-te um especialista na matéria.
Quando as pessoas precisarem de um determinado serviço (como, por exemplo, consultoria de Redes Sociais ou aulas de canto) e não têm nenhuma referência, pesquisam por estes serviços no Google. Se fizerem várias pesquisas e encontrarem sempre o mesmo blog, com conteúdo de grande qualidade – boas imagens e bons textos – é natural que deixes uma excelente impressão e passes a ser visto como um expert na matéria.

Ao ser visto e reconhecido como um especialista, as pessoas confiam no teu trabalho e no teu contributo. E, como todos sabemos, confiança traduz-se em mais clientes.

 

2. Ter um blog funciona como uma montra do teu trabalho e potencial

Se tiveres uma série de artigos que explicam como determinado nicho funciona e como aplicar certas técnicas, isso mostra-me a mim, enquanto potencial cliente, que sabes do que estás a falar e que posso confiar em ti enquanto profissional.

Por exemplo, se eu me apresento como especialista em SEO, mas não tenho nenhum blog onde posso mostrar as minhas técnicas em acção é difícil perceber até que ponto és na realidade um expert ou não.

Por outro lado, se vir imensos artigos, todos bem estruturados, bem pensados e com uma estratégia a ser seguida, isso reforça a minha vontade de trabalhar contigo, pois sei das tuas capacidades e o que podes fazer por mim ou pelo meu negócio.




 

3. Ter um blog faz com que recebas propostas de trabalho, em vez de te obrigar a ir à procura de clientes

A parte mais interessante de ter um blog é que em vez de teres de ir procurar clientes, normalmente eles vêm até ti. Claro que não é de um dia para o outro, nem sequer de um mês para o outro. Mas com tempo, e à medida que te posicionas como especialista, à medida que partilhas mais e mais artigos, as pessoas começam a confiar em ti e no teu trabalho e naturalmente começas a receber propostas de trabalho.

 

> Não percas: Como começar um Blog (de sucesso) em 5 passos

 

4. Ter um blog permite-te conhecer melhor a tua audiência e oferecer um produto/serviço à sua medida

Com um blog e ao escrever sobre determinado nicho, começas a ter feedback das pessoas (e potenciais clientes) sobre os seus principais problemas e bloqueios. Assim és capaz de criar um produto ou serviço à medida dessas necessidades. Como os inputs das pessoas que vão usufruir do teu serviço!

Enquanto que os outros freelancers -que não têm uma plataforma – acabam por oferecer um serviço ou produto com base no que eles acham que as pessoas precisam.

 



 

5. Ter um blog é uma estratégia com efeitos a longo-prazo e com um impacto cumulativo

Das muitas estratégicas que podes adoptar para divulgar o teu negócio online ou os teus serviços, ter um blog é aquela que, demora mais tempo a ver resultados, mas é também aquela que se mantém viva por mais tempo.

Se optares, por exemplo, por fazeres uns anúncios no Facebook para divulgar os teus serviços, no final da campanha, acaba a divulgação e tua exposição. Se quiseres manter os mesmos nível de exposição tens de gastar mais dinheiro.

Com um blog, há um grande investimento (a nível de tempo e produção de conteúdo) no início, mas o conteúdo estará sempre na internet e esta estratégia acaba por ter efeitos cumulativos. Quantos mais artigos escreveres, mais impacto e peso terá o blog na conquista de novos clientes.

Podes, por exemplo, escrever um determinado artigo hoje e continuar a receber tráfego orgânico nesse mesmo artigo daqui a 5 anos. Queres saber como? Não percas este artigo: O derradeiro guia de SEO para iniciantes: tutorial simples, passo por passo

 

Continuar a ler:

Sem comentários

Deixar um comentário

Ao continuar a usar este site concorda com a política de utilização de cookies. Ver Política de Privacidade

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close